Escolha uma Página

Para poder entender quais são os grandes desafios da logística do agronegócio, precisamos compreender do que estamos falando em primeiro lugar.

O que é a logística no agronegócio?

A logística no agronegócio, também chamada de logística rural, é uma área da administração que é focada no planejamento e na execução de tarefas para prover os recursos necessários para a operação de um empreendimento.

No setor rural, a logística constitui em toda a organização necessária para que a produção seja realizada da melhor forma possível, no melhor período e entregue aos clientes sem grandes desperdícios e com o melhor lucro.

A logística é especialmente importante no agronegócio, pois todos os produtos do setor (ou quase todos, pelo menos) são perecíveis ou dependem de condições específicas de cultivo, colheita e transporte.

Por isso, sem uma boa logística, o agronegócio não consegue aumentar sua produtividade e aumentar seus lucros. Isso é ruim para o Brasil inteiro, considerando que o setor representa ao redor de 21,6% do PIB nacional.

O Brasil é um dos maiores produtores agrícolas do mundo, assumindo a posição de 3º maior exportador no setor do planeta. No entanto, apesar dos excelentes resultados, o nível de produção ainda poderia ser maior com uma melhor logística no agronegócio.

Desde 2004, o setor primário do agronegócio viu um crescimento de produtividade de 122% – muito acima da média da economia nacional (que ficou em 31%) –, por causa da adoção de alguns recursos tecnológicos, que permitiu melhorar a logística na área.

No entanto, ainda há muito a progredir, uma vez que os desafios do setor não param de aparecer. Confira, a seguir, os principais obstáculos da logística no agronegócio e como é possível superá-los!

Altos custos em toda a estrutura de produção

No geral, o custo de uma estrutura produtiva de alto nível no Brasil é alto. Isso acontece porque há uma ineficiência geral em todas as etapas do trabalho: os fertilizantes são importados, as sementes são caras, os defensivos também.

Para piorar, o custo-benefício fica abaixo do ideal, pois a venda dos produtos é feita no momento da colheita, quando há maior oferta (e o preço baixa por consequência).

Longas distâncias para escoar os produtos

O escoamento dos produtos é uma das grandes dificuldades da logística no agronegócio. Parte do problema está na longa distância entre os produtores e os pontos de escoamento internacionais (aeroportos e portos).

Como superar esses desafios?

Superar os desafios de logística no agronegócio não é fácil. Alguns deles, como a hiper dependência do modal rodoviário, dependem mais do investimento público para criar uma malha ferroviária e hidroviária mais eficiente do que a iniciativa dos produtores.

Organizar a linha de produção adequadamente

Uma das principais maneiras de enfrentar os desafios do agronegócio é organizar a linha produtiva da melhor forma possível, levando em consideração a sazonalidade do ano, a meta e as condições de produção para o período.

Na prática, são três os principais pontos que merecem melhor organização no setor: suprimentos (insumos, como fertilizantes ou sementes), apoio à produção (tecnologias que possam controlar melhor o plantio) e distribuição (que deve ser organizada com um planejamento de rotas de modo a minimizar os gastos e desperdícios do setor).

Automatizar processos na linha produtiva

A automação de processos é uma realidade em vários setores da economia brasileira, e não é diferente com o agronegócio. Já não é novidade, por exemplo, o uso de software de automação para controlar o sistema de irrigação.

Ainda existem vários outros processos que podem ser automatizados. Em alguns lugares do mundo, por exemplo, já até se pensa em caminhões autônomos para o transporte de carga.

Buscar soluções tecnológicas

A tecnologia é a principal aliada para o produtor rural que quer aumentar sua produtividade. Com um bom software de gestão, por exemplo, é possível organizar o plantio e a colheita de acordo com a melhor época do ano.

Além disso, sensores ajudam a controlar a qualidade dos produtos na terra, enquanto satélites avançados garantem uma previsão precisa do tempo.

Fazer uma boa gestão de logística no agronegócio é mais do que superar os desafios listados aqui. É garantir a qualidade dos produtos que chegam ao consumidor, reduzir o desperdício e manter a engrenagem dos processos produtivos bem alinhada, o que garante maior rentabilidade ao produtor rural.