Escolha uma Página

Para o transporte rodoviário de produtos químicos sabe-se o quanto a segurança é um fator essencial para o sucesso das suas operações. Uma única falha pode ser decisiva para  causar danos dificilmente reversíveis ao meio ambiente.

 

É por isso que existem diversas diretrizes que devem ser seguidas por empresas de transportes que trabalham com o transporte de produtos químicos pelas estradas do Brasil. Elas ajudam a garantir que o material seja transportado com segurança e todos os envolvidos saibam como agir no caso de acidentes.

 

Neste artigo, você aprenderá quais são as principais normas de segurança que precisam ser seguidas para realizar o transporte rodoviário de produtos químicos de forma segura. Boa leitura!

 

Atenção a normas e regulações

 

Antes de mais nada, é fundamental saber que o transporte rodoviário de produtos químicos exige estar por dentro de normas e regulamentações do segmento. É a Resolução nº 5232 / ANTT que especifica os critérios que devem ser seguidos pelas transportadoras com esse tipo de carga.

 

Além disso, certas normas da ABNT devem ser seguidas para atender aos critérios de qualidade exigidos para o transporte rodoviário de produtos químicos. Entre elas estão NBR 15481, NBR 15480, NBR 14095, NBR 14064 e NBR 9735.

 

O descumprimento dessas normas e regulações pode causar a aplicação de multas para a transportadora e até o risco do cancelamento da inscrição RNTR-C.

 

Processos de segurança para o caso de acidentes

 

A empresa de transportes é responsável por implementar os processos de segurança adequados no caso da ocorrência de acidente na estrada ao transportar produtos químicos. As recomendações são definidas pelo Corpo de Bombeiros e visam a preservação da saúde das pessoas e do meio ambiente.

 

Entre essas recomendações estão informar o socorro apropriado para o acidente, o isolamento da área, a sinalização do acidente, manter longe o uso de celulares, cigarros e motores, informar o fornecedor ou cliente a respeito do acidente e preparar fichas de emergência.

 

Capacitação dos motoristas

 

Os motoristas de transportadoras rodoviárias de produtos químicos têm um papel fundamental na garantia de um trabalho feito com total segurança pelas estradas.

 

Existe uma certificação específica para esse trabalho chamada de MOPP (Movimentação Operacional de Produtos Perigosos), que é exigida segundo a determinação da Resolução Nº 168/04 do Contran.

 

O objetivo dessa certificação é capacitar os motoristas a respeito de legislação específica para o transporte de produtos químicos, a direção defensiva relacionada a essa prática, a aplicação de primeiros socorros e outros temas pertinentes.

 

Ao seguir as determinações da legislação brasileira em relação ao transporte rodoviário de produtos químicos, será possível ter uma atuação adequada e se manter longe do risco de crises.