Escolha uma Página

A Pandemia da Covid-19 causou impactos em todas as áreas da vida e do trabalho, inclusive no transporte de cargas. O setor de Logística se viu diante de uma situação inédita que exigiu adaptação rápida para garantir a saúde e segurança de todos.

 

Como o Coronavírus tem fácil contágio, diversos segmentos tiveram que implementar mudanças para diminuir o contato entre profissionais e clientes. Essa foi a forma encontrada por todo o mundo para desacelerar a evolução da doença.

 

No entanto, o isolamento social aqueceu consideravelmente segmentos como o e-commerce e o delivery de alimentos e mercado. Ou seja, áreas intimamente ligadas ao transporte de cargas, que precisou se adaptar para atender a essa nova demanda ao seguir todos os protocolos de segurança e saúde.

 

Essa combinação de fatores exige um preparo da parte das suas equipes para evitar comprometer a saúde das pessoas e também para não sofrer prejuízo ao atuar nesse novo cenário.

 

A seguir, você irá conferir os principais aspectos em que a pandemia influenciou no setor dos transportes em relação a saúde e segurança.

 

Prevenção contra contaminação

 

Os profissionais que lidam com o envio e recebimento de cargas, além daqueles que lidam diretamente com os clientes, podem ser agentes transmissores do Coronavírus caso medidas de segurança e saúde apropriadas não sejam implementadas.

 

O uso da máscara de proteção é obrigatório em diversos territórios, além do uso de álcool em gel e a lavagem frequente das mãos para diminuir o risco de transmissão. Esses e outros processos preventivos deverão ser incluídos à rotina das suas equipes sem que afete negativamente a sua produtividade.

 

Novas medidas de higiene para cargas

 

Tanto no caso de importações e exportações, medidas extras de higiene foram implementadas para evitar que o vírus se espalhe. Isso pode afetar o tempo de entrega de determinadas cargas, dependendo da agilidade com que esses processos sejam implementados pelas empresas de transportes.

 

Além disso, países que estejam em estado de lockdown apresentarão restrições ainda mais severas, podendo inviabilizar a ação comercial nesses territórios.

 

Restrições dos estabelecimentos comerciais

 

Estabelecimentos comerciais de diversos segmentos passaram a ter restrições em seu funcionamento, alguns nem podendo abrir dependendo das medidas preventivas implementadas. Isso tem um impacto direto na atuação de empresas de transportes que são parceiras deles ou dependem deles para operar.

 

Isso pode fazer com que cargas fiquem paradas e a procura diminua por serviços de Logística. Paralelamente, os motoristas dessas transportadoras também podem enfrentar dificuldades para se alimentar caso não encontrem restaurantes abertos por onde estiverem.

 

Uma pandemia como a da Covid-19 tem um impacto gigantesco em vários aspectos da vida, então é natural que exija algumas mudanças de quem atua com Logística. Apesar de diversos segmentos relacionados a ela estejam aquecidos graças à recomendação de isolamento social, é preciso adotar algumas medidas para garantir a saúde e segurança de todos.